A importância do Ensino Híbrido pós pandemia

ensino hibrido pandemia

Em tempos de pandemia muito se fala sobre os novos caminhos da educação. Em qualquer conversa entre educadores antenados vamos perceber o uso do termo “ensino híbrido”, mas afinal, o que é isso?

O Ensino híbrido é a convergência de dois modelos de aprendizagem: o presencial, que ocorre dentro da sala de aula e é usado em todo o mundo, e o modelo online, que utiliza tecnologias digitais para promover o ensino à distância. Nesse momento de pandemia vemos o modelo híbrido fazendo parte cada vez mais das escolas e instituições de ensino, e a tendência é que essa participação se intensifique ao redor do mundo.

Modelo de ensino tradicional

Por muitos anos o modelo estritamente presencial foi adotado nas escolas. Neste modelo o professor, como autoridade na sala de aula, transmite o conhecimento. Ele é considerado o dono do saber. A imagem das carteiras enfileiradas, com foco na figura do professor, coloca os alunos em posição de ouvintes. Alguns demonstram certa dificuldade no processo de aprendizagem e consequentemente acabam decorando a matéria, sem compreender o conteúdo. Inclusive, esse é um dos motivos usado como argumento contrário ao método tradicional.

Este modelo vem sendo questionado há anos por especialistas na área. Com o tempo, pedagogos foram percebendo que o método não é eficaz. A partir desses questionamentos, foram surgindo estudos sobre novas formas de ensino, métodos que podem potencializar o processo de aprendizagem. Alguns desses estudos comprovam que usar a tecnologia na cultura escolar pode trazer benefícios aos alunos.

Nos últimos anos temos acompanhado uma evolução tecnológica e, consequentemente, a adaptação de diversos setores à tecnologia. Seguindo essa mudança, o ensino híbrido foi desenvolvido com o objetivo de facilitar o processo de aprendizagem. No modelo híbrido é possível combinar experiências e tecnologias promovendo uma reorganização do tempo e do espaço da aula, além de modificar os papéis  do professor e do aluno, proporcionando maior autonomia e engajamento, características fundamentais para a evolução intelectual do indivíduo.

O que o Ensino Híbrido traz de benefício para a escola e para os alunos?

  • Os educadores podem transmitir o conhecimento e estudantes podem aprender de qualquer lugar e a qualquer hora;
  • Alunos e professores passam a ter novas atribuições, novos desafios, e não mais aquele padrão em que o professor transmite e o aluno recebe. O aluno se torna protagonista. Um ótimo exemplo é a Sala de aula invertida, iremos destrinchar mais à frente.
  • Ao adaptar-se às novas tecnologias, a escola se torna mais competitiva no mercado.  Sistema de avaliação online são exemplos de tecnologias.
  • Mudando seu modelo de ensino, a escola proporciona ao aluno um melhor aproveitamento do tempo, ele pode aprender um conteúdo de forma interativa, divertida, fora do horário de aula.

O mundo hoje tem enfrentado a pandemia do COVID-19, momento este que nos levou à reflexões quanto aos modelos de ensino existentes. Olhando de forma positiva, a pandemia serviu como um catalisador para essas tecnologias e metodologias. Víamos um processo de amadurecimento da tecnologia moderado, e de repente, escolas têm suas aulas 100% online, professores ministrando suas aulas de casa e mais de 56 milhões de estudantes deixando de frequentar suas aulas. Em pouco tempo tivemos nossa rotina alterada drasticamente, atitudes que tínhamos antes que agora não tem mais coerência.

Vemos o ensino híbrido pós pandemia como uma solução perfeita, mas não a única. No âmbito cultural, essa mudança terá que atingir não só a escola, mas também os pais e alunos, que precisarão se acostumar com esse novo modelo. 

Entenda alguns dos modelos de ensino híbrido:

  • Rotação por estações – O espaço da escola é dividido em estações de trabalho cada uma com objetivos específicos.
  • Lab Rotation ou Laboratório rotacional – Os alunos alternam entre dois espaços, a sala de aula e um laboratório com equipamentos de informática.
  • Sala de aula invertida – Rompendo com o método tradicional de ensino, esse modelo propõe aos alunos aprenderem novos conteúdos em suas casas e usarem a sala de aula para fixação. O aluno tem contato com a matéria antes do contato com o professor, isso incentiva o aluno a buscar o conhecimento por conta própria.

No momento que estamos vivendo, diversas empresas e Startups de educação estão tendo papel importante nesse processo. São consideradas parceiras chave neste período de mudança, fornecendo tecnologias, dando suporte às implementações, e até prestando consultoria às escolas. Elas serão fundamentais ajudando as escolas com o ensino híbrido pós pandemia. Startups como Descomplica, Jornada Edu, Jovens Gênios e a própria Idapt Educação, estão vindo com a proposta de gerar mais valor a esse ecossistema, ajudando na qualidade do ensino.

A nova tendência do mercado é que haja uma maior adoção do EAD; modelos tradicionais de ensino ficando menos expressivos; escolas comprando tecnologias para se adaptar. Com essa ruptura no modelo tradicional, as escolas e empresas irão focar em garantir a qualidade de aprendizagem.

A lição que tiramos

O ano de 2020 será marcado para sempre na história da humanidade, podemos até usar como referência temporal os termos “antes da pandemia” e “pós pandemia”, pois esse momento marca o fim e o início. O fim de paradigmas, métodos e ações tradicionais que para a sociedade de hoje não faz mais sentido. E o início de novas atitudes, novos métodos e pensamentos. Devemos olhar esse momento com otimismo, no ditado popular, fazer dos limões, uma limonada. 

Após discutirmos sobre o ensino híbrido pós pandemia, e fazermos essa reflexão do momento atual, nos questionamos sobre o Futuro da Educação. Baixe o livro digital: Como será a Escola do Futuro?

Compartilhe essa publicação.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Inscreva-se na Lista VIP de Amigos da Educação

Mantenha-se atualizado sobre as inovações na Educação e ainda receba conteúdos exclusivos!

Continue sua leitura

empatia na docencia
Educadores

[Livro Digital] Empatia na Docência

Baixe o livro digital gratuito sobre Empatia na Docência, produzido pela Idapt, e entenda como desenvolver essa soft skill no ambiente escolar.

melhorar aprendizagem dos alunos
Educação no Brasil

Dicas para melhorar a aprendizagem dos alunos

Dúvidas sobre como melhorar a aprendizagem dos alunos? Confira ferramentas e concepções da gestão escolar que podem ajudar e coloque em prática agora mesmo.