Educação e Game Design: o início da gamificação

educação-game-design

No dia dos mestres do ano passado (2019), fiz uma publicação no Instagram contando um pouco da minha história como Game Designer e como Professor. Viajando na minha cabeça, como às vezes faço, identifiquei um romance na relação entre a Educação e o Game Design, minhas duas profissões, e decidi, então, embarcar nessa viagem.

Dediquei, assim, boa parte da publicação para compor essa parábola. O resultado ficou tão legal, que decidi aceitar a sugestão do amigo e colega de profissão, Prof. Ricardo R. Nunes, e registrar o tal texto em um dos artigos. Portanto, segue baseada em fatos reais:

“A história de amor dos recém-casados Educação e Game Design”

Game Design e Educação têm tudo a ver. São como macho e fêmea da mesma espécie, que nasceram um para o outro, mas que foram criados separados e de formas diferentes.

Embora sejam da mesma espécie, isto é, tenham a mesma natureza, eles desenvolveram comportamentos e traços de personalidade distintos por influência dos ambientes em que cresceram.

O Game Design foi criado solto como um bicho do mato, tornando-se um adolescente divertido, mas irresponsável. A Educação, criada em casa, cresceu responsável, porém chata.

Quando eles se encontraram no século passado, intuíram que foram feitos um para o outro, tentaram se entender, mas eram muito diferentes e ainda não estavam maduros o suficiente para passarem por cima de seus egos.

Mas, no início deste século, já mais maduros, se reaproximaram e, tendo a certeza de que deveriam permanecer juntos, passaram por cima do orgulho para se conhecerem e se entenderem melhor.

Com maturidade, ambos buscaram aprender um com o outro, tornando-se individualmente melhores: a Educação tornou-se menos chata e o Game Design, mais responsável. E dessa união nasceu a Gamificação.

Para ler mais sobre Inovações na Educação baixe o Livro Digital Inovações na Educação Pelo Mundo

Se você quiser ler o post original para saber um pouco mais da minha trajetória no Game Design, na Educação e na Gamificação aqui está o link para ele.

Conheça o autor

Leandro Costa é autor do livro “O que os Jogos de Entretenimento têm que os Educativos não têm: 7 princípios para projetar jogos educativos eficientes”. Ele é sócio-fundador e Lead Game Designer da Ludilens – empresa especializada em gamificação e jogos sérios.

Se você gostou do conteúdo e quer saber mais sobre os Jogos e a Educação, confira mais artigos como este no blog do Leandro Costa. Encontre ele também no Instagram.

Compartilhe essa publicação.

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Inscreva-se na Lista VIP de Amigos da Educação

Mantenha-se atualizado sobre as inovações na Educação e ainda receba conteúdos exclusivos!

Continue sua leitura